Indigitous São Paulo – Não foi um sonho!

Nos dias 29, 30 de abril e 1 de maio eu pude participar do Indigitous São Paulo e posso dizer sem exageros que foi uma experiência única. E digo única em vários sentidos. Primeiro, eu tive menos de uma semana para entender que Deus queria que eu estivesse presente nesta conferência e ter fé para confiar que Ele mesmo proveria todos os meios para a minha ida. E foi o que eu fiz. Entrei com a fé (que era a única coisa que eu tinha) e Deus garantiu o resto, e quando parei pra pensar estava dentro de um ônibus a caminho do evento. Esses dias que antecederam já foram incríveis, pois pude ver Deus movendo pessoas para me ajudar, milagres acontecendo e um lindo testemunho sendo formado. Entretanto, o melhor ainda estava por vir!

Antes de começar a falar sobre o evento em si, preciso explicar que Deus já havia me incentivado a iniciar algo utilizando o mundo digital. Mas o quê? Como? Com que recursos? Enfim, esses eram questionamentos que criavam em mim uma barreira enorme impedindo de sair do marco zero. Até começar o Indigitous!

Cheguei à Universidade Presbiteriana Mackenzie, me credenciei, reencontrei amigos que fiz em outros eventos da Cruzada e então a conferência foi iniciada. De cara, Simon, co-fundador do Indigitous, nos mostrou que a internet é um campo missionário GIGANTESCO e nos fez perceber que as pessoas estão criando um vínculo muito profundo com ela. Estamos vivendo em um mundo onde um smartphone está sendo mais acessível do que saneamento básico, por exemplo, então por que não utilizar dessa realidade para fazer discípulos ao redor do mundo? Nesse ponto eu sabia que realmente deveria fazer algo. Mas como?

Indigitous Sao Paulo

Então o segundo dia se inicia e outra barreira foi jogada por terra. Ao conhecer mais sobre o site familiaevida.com e como ele se iniciou, pude ver que é necessário simplesmente “começar”, apertar o botão START, dar o primeiro passo. Os erros fazem parte da jornada e eles mesmos nos ajudam a melhorar o produto final. Aprendi que com o tempo nosso trabalho é refinado. Foi um soco na minha cara. Meu medo de errar me engessava e me impedia de aprender com esses erros.

Pronto, agora sim estava preparado para ser treinado. E foi o que aconteceu. Pude aprender sobre temas que sempre tive vontade como, por exemplo, o comportamento das redes sociais. Mas também vi coisas que não sabia que existiam. Não fazia ideia de que eu poderia planejar postagens em uma rede social. E algo muito importante também foi que aprendi a pensar como se eu fosse o público que desejo alcançar. Pensar na audiência foi algo muito bem esclarecido nesse fim de semana.
Os frutos pós Indigitous já começaram a brotar. Uma equipe está sendo formada para transportar as estratégias que utilizamos nas universidades para o mundo digital e, além disso, aprimorar as ferramentas que já possuímos. Tenho certeza que grandes coisas estão por vir!

Além de todo aprendizado que levarei para a vida, pude conhecer pessoas incríveis que já atuam neste universo e também amigos na mesma situação em que eu me encontrava. As amizades que fiz neste fim de semana será uma das coisas que nunca mais irei esquecer. Toda essa conferência foi um daqueles momentos que gostaríamos de eternizar.
Quem me conhece sabe como eu gosto de uma boa noite de sono, porém, pensando em tudo o que aconteceu, pude concluir que o que menos fiz nesses três dias foi dormir. E nunca fiquei tão feliz em dizer isso!

Get Informed

Sweet monthly updates from Indigitous.